Setembro Amarelo na vida real

3
69
Setembro Amarelo na vida real
Spread the love

Nos despedimos do mês de Setembro, que foi “Amarelo”. Não sei se influenciou algo, mas o fato é que foi um mês bastante difícil, embora tenha passado rápido. Eu mesma apareci pouco nos meus stories do Instagram, e o pouco que aparecia, nem falava muito. E as mensagens que recebi foram bastante. 

No mês da saúde mental, a minha ficou bastante abalada, e acabei retomando a medicação que tomava na época que fui diagnosticada com depressão. Foram muitos altos e baixos, algumas decepções, vontade de largar tudo para o alto, sumir por aí.

E sabem o que é pior, na minha humilde opinião? É justamente o fato de eu sempre estar em busca de uma volta por cima em tudo, me empoderar, empoderar minhas amigas e seguidoras, e eu mesma não me sentir capaz disso? Parece até hipocrisia. Mas a verdade é que, antes de qualquer coisa, sou humana e tenho o direito de não estar bem, assim como todos. E nem sempre a vida é tão incrível assim como o Instagram mostra (falando no geral mesmo), nem todos os dias são propícios para postar no feed, nem nos stories. E está tudo bem. 

Desejo não só que o próximo mês possa ser bem melhor, mas também que a campanha Setembro Amarelo dure 365 dias por ano, e não apenas no mês de setembro. Que a empatia do ser humano possa ir além de apenas falar bonito nas redes sociais. Por que, no fim das contas, é a nossa vida real que está em jogo

E de Amarelo, me despeço deste mês de Setembro

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui